8.Maria

Maria Piovesan.

Nasceu em 24 de maio de 1941 no Bom Retiro. Foi batizada em 25 de maio de 1941 sendo seus padrinhos João e Virginia Rossato. Foi crismada no ano de 1942, sendo sua madrinha  Angelina Marzari Binotto.

Chegou a época de a Maria vir aumentar a prole, quase três anos depois da Eulália. Delas duas, após eu, lembro de que eu ajudava a cuidar segurando no colo e cantar enquanto balançava a (cama) berço de madeira que papai fez pra nós, quando de manhã e à noite mamãe juntava as  mãozinhas  e rezava por nós. Isto não se esquece  jamais. (Thereza Piovesan)

Maria no dia do casamento do irmão Achiles

Maria no dia do casamento do irmão Achiles

Estudou na escolinha de bom retiro aos 8 anos foi morar com seu irmão Achiles na usina Franciscana, onde ficou por mais ou menos uns 3 anos, as meninas só  usavam vestidos e tamancos , no inverno precisavam fazer um fogo para aquecer as mãos para poder escrever. Para estudar como não havia ponte e quando Maria estava gripada,  seu irmão Achiles passava com ela nas costas até o outro lado, pois a água era muito fria e ela ia pra aula e na volta ela passava sozinha, pois a água era mais quente.

Na casa de seu irmão Achiles levava comida na roça, ajudava sua cunhada  Pierina que na época estava grávida e fazia os serviços em casa, e depois cuidou dos sobrinhos Antônio e Mariazinha (falecida). Depois disso trabalhou também na casa de Ricardo Piovesan quando sua esposa teve a filha Ana Gloria e também na casa de Ângelo e Cândida Binotto cuidando da filha Salete e na casa de Olanda e Benjamim Piovesan, numa ocasião em que Olanda teve hemorragia e não podia  fazer esforço físico.

Foi catequista por muitos anos, na época não tinha sala então a catequese era na casa de Ricardo Binotto.

O namoro com David  Pegoraro  teve inicio quando este com a desculpa de visitar sua Irma Clementina a qual era casada com Pio, aparecia e as vezes ia na missa e acompanhava até na casa de seu pai, puxando o cavalo. Então certo dia a ele se encheu de coragem e pediu para o nono se poderia namorar e o nono disse que sim, mas com muito respeito e se tivesse algum problema que falasse com ele. Segundo Antônio neste dia, David encheu os olhos de lágrimas.

Na época de Namoro ela ganhava as balas do namorado Davide  e então ela guardava e dava para seus sobrinhos durante a semana, pois naquela época não tinha dinheiro para comprar balas, era uma festa.

Casou-se com David Pegoraro (filho de Pedro e Rosa Amábile Pegoraro) em 15 de setembro de 1962. O casamento aconteceu em Nova Palma e a festa na casa de sua sogra, onde foi morar após o casamento. Com Maria havia ajudado a criar muitos de seus sobrinhos, logo após ter casado chorava muito a falta de  seus sobrinhos então Davide sempre dava um jeito para que ela fosse visitá-los.

Tiveram sete filhos todos vivos sendo eles: Monica, Regina, Josete, Regiane, Rosália, Elisa e por ultimo Daniel.

David sofreu um acidente Em 09 de agosto 1976, onde uma tora caiu sobre ele, foi levado para o Hospital na carroceria de uma camionete com a tia segurando a cabeça dele. Chegando a Nova Palma disse que ele teria que ir até o hospital de Pôlesine para tirar uma radiografia, a viagem foi muito difícil, pois era um dia frio e chuvoso e não havia asfalto na estrada. Em Polêsine descobriram que a maquina de tirar raios-X estava queimada, teriam que ir para Santa Maria. Em Polêsine deram para ele um remédio para dor e conseguiram uma Kombi para seguirem viagem. Chegando a santa Maria fizeram exames e, fizeram cirurgia onde  foi constatado que ele havia fraturado 6 vértebras e havia vazado o liquido da coluna e com isso ele ficaria paraplégico, ficou acamado  por 6 anos, nunca perdendo a esperança de caminhar.

Veja também: Tio David em Porto Alegre

Deixe uma resposta